Saiba como a moda plus size empodera as mulheres

Até pouco tempo, o que se via nas capas de revistas, nas passarelas e nos anúncios publicitários eram somente mulheres de cintura fina, com curvas e sem barriga. Esse estereótipo feminino povoou o imaginário popular e foi utilizado de forma massiva pela mídia e ganha espaço majoritário ainda nos dias atuais. O problema disso, no entanto, é que esse perfil não leva em conta a maior parte da sociedade, a diversidade de corpos e de pessoas. Para reivindicar esse espaço, o movimento plus size aposta na valorização de um conceito mais amplo de beleza, que respeite a individualidade de cada pessoa e não tente enquadrar cada corpo em um único padrão.

Assim, as modelos plus size buscam espaço em um mercado muitas vezes intolerante com o diferente. O objetivo é mostrar que a beleza independe do peso. O empoderamento passa por diversos pontos, desde a existência de roupas femininas para todos os tipos de corpos, espaço e representatividade na passarela, até o respeito e a empatia com o próximo.

Gordofobia

Outro tema muito presente entre as modelos plus size é a gordofobia. Por causa do peso que possuem, é difícil encontrar uma grande variedade de roupas. Elas precisam se contentar com vestimentas de grávidas ou de pessoas mais velhas. Todo esse contexto pode abalar o psicológico e causar sérios problemas emocionais. Falta de confiança e baixa autoaceitação são alguns dos sintomas, que podem acarretar até mesmo em depressão.

Uma pesquisa feita pelo SEBRAE, por exemplo, observou que 91,4% dos consumidores plus size sentem que os vendedores nas lojas evitam ajudá-los. Dificuldade de encontrar roupas é só um dos problemas. Com eles também estão embutidos os comentários maldosos, as dicas de pessoas que teoricamente só querem ajudar, o preconceito velado da sociedade e, principalmente, do mundo da moda.

Comentários como “se fosse magra seria ainda mais bonita” e “pena que é gorda” são muito mais comuns do que se possa imaginar. Para empoderar as mulheres e melhorar esse cenário, surgiu o movimento plus size.

Ele começou a ter bastante destaque, principalmente, em meados de 2013. Foi a partir desse momento que as marcas despertaram para uma demanda extremamente importante: mostrar a beleza real das mulheres. Mesmo naquele momento, poucas campanhas publicitárias contavam com modelos plus size. Além disso, até agosto de 2016, apenas 18% das marcas ofereciam peças acima do tamanho 46.

Hoje, no entanto, a representatividade é maior. Já existem, inclusive, marcas voltadas para atender especificamente esse público. Grandes marcas também observaram essa tendência e investiram em coleções maiores, como foi o caso de Renner, Marisa, Riachuelo e netshoes. A última explorou um mercado que é ainda mais incipiente: o de roupas esportivas para modelos plus size.

Obviamente, ainda existe muito espaço para ser ocupado. Segundo o IEMI - Inteligência de Mercado, a participação de roupas acima de 46 é de apenas 3,5% do total de peças confeccionadas. De 2016 para 2017, no entanto, houve um crescimento de 5% no número de peças grandes confeccionadas, o que fez o setor movimentar em torno de R$ 5,6 bilhões, 8,2% a mais do que em 2016.

As perspectivas são positivas. Gradualmente, o movimento recupera a autoestima de muitas mulheres e mostram para o mundo da moda que elas existem e precisam ser representadas e respeitadas.

Odio ut pretium ligula quam Vestibulum consequat convallis fringilla Vestibulum nulla. Accumsan morbi tristique auctor. At risus pretium urna tortor metus fringilla interdum mauris tempor congue.

Commodo laoreet semper tincidunt lorem Vestibulum nunc at In Curabitur magna. Euismod euismod Suspendisse tortor ante adipiscing risus Aenean Lorem vitae id. Odio ut pretium ligula quam Vestibulum consequat convallis fringilla Vestibulum nulla. Accumsan morbi tristique auctor Aenean nulla lacinia Nullam elit vel vel. At risus pretium urna tortor metus fringilla interdum mauris tempor congue.

Donec tellus Nulla lorem Nullam elit id ut elit feugiat lacus. Congue eget dapibus congue tincidunt senectus nibh risus Phasellus tristique justo. Justo Pellentesque Donec lobortis faucibus Vestibulum Praesent mauris volutpat vitae metus. Ipsum cursus vestibulum at interdum Vivamus nunc fringilla Curabitur ac quis. Nam lacinia wisi tortor orci quis vitae.

Sed mauris Pellentesque elit Aliquam at lacus interdum nascetur elit ipsum. Enim ipsum hendrerit Suspendisse turpis laoreet fames tempus ligula pede ac. Et Lorem penatibus orci eu ultrices egestas Nam quam Vivamus nibh. Morbi condimentum molestie Nam enim odio sodales pretium eros sem pellentesque. Sit tellus Integer elit egestas lacus turpis id auctor nascetur ut. Ac elit vitae.

Mi vitae magnis Fusce laoreet nibh felis porttitor laoreet Vestibulum faucibus. At Nulla id tincidunt ut sed semper vel Lorem condimentum ornare. Laoreet Vestibulum lacinia massa a commodo habitasse velit Vestibulum tincidunt In. Turpis at eleifend leo mi elit Aenean porta ac sed faucibus. Nunc urna Morbi fringilla vitae orci convallis condimentum auctor sit dui. Urna pretium elit mauris cursus Curabitur at elit Vestibulum.

Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado January February March April May June July August September October November December